A aceitação da realidade estimula a criatividade

Debater-se diante da realidade é inútil, pois ela impõe-se inapelavelmente. Quem a desafia termina louco ou frustrado.

A multidão de rebeldes recalcitrantes, que não conseguem alterar um milímetro da própria vida, é a prova que se indignar contra a realidade é burrice.

Na verdade, há três maneiras de lidar com a realidade: negando-a com um inconformismo renitente, fazendo de tudo para mudar a ordem das coisas; aceitando-a passivamente, deixando-se levar pelas circunstâncias; ou resignando-se positivamente, esforçando-se para, a partir daquilo que ela oferece, erigir algo melhor.

A resignação positiva é a maneira mais inteligente de lidar com as limitações que a existência impõe. É a resignação do artista e do artifície, que aceitam os limites de sua arte, as regras delimitadores de seus ofícios, as fronteiras de seu trabalho, para, sobre eles, exercer sua criatividade.

Uma pessoa inteligente não paralisa diante das dificuldades que a realidade lhe impõe, mas tem seu espírito criativo despertado pelas exíguas possibilidades que ela oferece.


1 comment

  • Excelente artigo, Fábio. Essa angústia de querer fazer alguma coisa e não saber bem o quê, é a danação dos dias atuais. “Artífice” e “delimitadoras”, sugestão para errinhos de digitação.

Deixe uma resposta