A Internet é uma coisa boa?

Algumas pessoas me perguntam se eu acho que a internet é um instrumento maligno. O que elas querem saber, é se ela não pode ser, por conta de sua anarquia característica, um caminho para que as pessoas se percam. E, quanto a isso, minha resposta é muito simples. Da mesma maneira que uma arma de fogo, um cheque em branco ou mesmo a própria liberdade, a Internet apenas se torna maléfica quando alguém a faz assim. O que eu quero dizer é que ela é meramente um instrumento, um meio para atingir determinados fins. Sendo assim, ela pode ser muito boa, como pode ser muito ruim. Ao mesmo tempo que ela pode ser um caminho facilitado para que o pior do ser humano seja exposto, também fornece alternativas para que coisas nobres e valorosas sejam feitas. Na verdade, tudo depende de quem a usa e como a usa. Como sempre, não são as coisas que são boas ou más em si mesmas, mas os homens é que se fazem bons ou maus. Por isso, no fim das contas, considero a Internet algo positivo, principalmente por causa das possibilidades que ela oferece. Não é por acaso, que as ditaduras do mundo fazem de tudo para restringi-la.

Deixe uma resposta