Autoanálise católica

reforma-protestanteOs reformadores protestantes não caíram do céu, nem subiram do inferno, mas vieram das próprias fileiras católicas.

Obviamente, as ideias que alcançaram e foram absorvidas por tantos teólogos, clérigos e religiosos não eram totalmente estranhas aos ambientes católicos.

Portanto, enquanto estes não fizerem algum tipo de análise crítica isenta, agora que se passaram cinco séculos do ocorrido e é possível analisar tudo com a distância necessária ao cientista, sobre os motivos daqueles acontecimentos, não estarão fazendo um trabalho sério.

A religião não precisa de mais apologetas, pois estes existem aos borbotões. Precisa, sim, de estudiosos dedicados e honestos.

 

Deixe uma resposta