O fogo do altar científico

Um abandono gradativo do senso comum caracteriza a forma de pensar do homem inteligente da modernidade. Em sua pretensão de ser racional, passou a fiar-se mais em sua cabeça – mas uma cabeça que parece plainar solta pelo mundo. O que ele sabia deixou de ser o que simplesmente sabia, seja de que forma fosse…

Opinião comedida

Quem se apressa a expor seus pensamentos, geralmente, não percebe que o que é dito não volta e, a partir do momento que é dito, aquilo passa a ser a SUA opinião. Uma vez exposta, essa opinião lhe marca, como um carimbo bem no meio da sua testa. Ao ter definida uma opinião como sua,…

A necessidade das convicções

Defenda a existência de verdades universais e você experimentará o ódio dos difusores da tolerância. Isso porque a regra vigente é tolerar tudo, menos a certeza ampla. O que passa dos limites mais estreitos da subjetividade é visto como um acinte. A suspeita quanto às certezas gerais criou uma geração intelectualmente tímida. Não que as…

Leituras difíceis

Quem já tentou ler Kant, Lavelle, Homero, Camilo Castelo Branco, Padre Vieira, entre outros, sabe o esforço de atenção, o conhecimento linguístico e a bagagem cultural necessários para compreender o que esses mestres do pensamento e do estilo escrevem. Não são leituras fáceis. Podem tornar-se torturantes, na verdade. Diversas vezes comecei a ler livros difíceis…

O óbvio que não importa

Não há quem não fique furioso em, após explicar algo com detalhes e lógica, com todo o cuidado para que tudo fique bem claro, ser acusado com um adjetivo depreciativo que o interlocutor, ignorando tudo o que foi dito, impõe ao discursante, apenas por imaginar que ele representa determinada ideologia, classe ou interesse particular. Mesmo…

Uma teoria do conhecimento, de José Nedel

Brasileiros que somos, acostumados a vermo-nos como um país culturalmente inferior, onde a intelectualidade não frutifica, acabamos por ter nossos olhos fechados para preciosidades que possam existir em meio ao caos. Costumamos reclamar de nossa pobreza intelectual, mas, talvez, se olhássemos com mais atenção e procurássemos com mais afinco, encontraríamos homens que se dedicam à…

O valor da intuição

Nem toda verdade é facilmente justificável. Há inclusive aquelas que ninguém explica. Existem verdades complexas e outras que se escondem por detrás de muitos véus, que exigem esforço e engenho para serem alcançadas. Ainda assim, há quem alimente uma ilusão racionalista, acreditando que devem apenas aceitar verdades que pensam poderem ser devidamente explicadas. Abandonam a…

A vocação da ciência moderna

Apesar de estar no imaginário popular que as respostas para as questões mais importantes de nossa existência virão por meio da ciência moderna, contar com ela para isso é sempre frustrante. Isso porque a ciência não é capaz de explicar nada. Assim, tê-la como última instância do conhecimento de qualquer assunto é um erro. A…

O medo da incerteza e a leviandade nos juízos

Há o medo de ser relativista. Justo temor! O relativismo é uma contradição, pois sua afirmação nega-se a si mesma. Dizer que tudo é relativo deve incluir a própria asserção, o que a tonaria absoluta, abalando assim seu preceito. E para escapar desse equívoco muitos abrigam-se no pólo oposto e exigem certeza de quase tudo….

Obsessão pelo meio-termo

Há uma ânsia, principalmente nos meios mais intelectualizados, de, diante de um assunto qualquer, tentar colocar-se sempre numa posição mais ponderada. Abundam os opinadores que buscam parecer moderados, equilibrados, portadores do mais absoluto bom senso. Ninguém quer parecer radical, ser visto como um extremista. É verdade que o pensamento grego dizia que a virtude se…