De onde virá nossa salvação

Após a II Guerra Mundial, os Estados Unidos emergiram como a grande potência mundial, pelo simples fato de ter sido a economia menos afetada por toda aquela confusão. De lá saiu o Plano Marshall, que socorreu as outras nações, mas que, ao mesmo tempo, consolidou a América como a potência principal do mundo e, portanto,…

Paralisação social não é uma opção

Tome bastante cuidado com as opiniões técnicas que você ouve por aí. Mesmo aquelas que dizem ser baseadas em números, ainda que tenham cálculos perfeitamente feitos, no fim das contas, são todas palpites. A realidade é que mesmo os experts não sabem o que estão fazendo diante dessa epidemia. Não que eles não tenham seus…

Somos gados

Eu gostaria que vocês parassem para pensar um pouquinho sobre a possibilidade de nossas decisões, como povo, não serem nossas decisões, não serem decisões realmente conscientes. Para isso, eu sugiro que vocês prestem atenção no conteúdo dos cursos de marketing que abundam por aí. A quase totalidade de seus ensinamentos é sobre as características do…

Profilaxia psicológica

NÃO HÁ MOTIVOS PARA DESESPERO. NENHUM MOTIVO Desde o início dessa balbúrdia causada pela praga sínica, meu objetivo tem sido colocar as coisas em perspectiva. Não falo para a sociedade. Falo para as pessoas que acompanham minhas reflexões. Se em média cada texto tem umas cem manifestações de apoio, é provável que 200, 300 pessoas…

Sociedade inativa, sociedade morta

As pessoas falam de economia como se ela fosse um mecanismo autônomo, frio, inumano, que se refere apenas a dinheiro e propriedade. Então, quem se preocupa com o destino econômico do país é tido por insensível, como se essa pessoa fosse egoísta ou materialista. Só que economia é muito mais que isso: economia é a…

Resumo de minhas concepções sobre o vírus chinês

Acho que falei quase tudo o que queria falar sobre a nossa atual situação diante da gripe chinesa. Vou tentar resumir o principal aqui, para não ter de falar muito mais: Há histeria. Não porque a doença não é um problema sério, mas porque as pessoas estão sendo forçadas a reagir em relação a ela…

Entre a doença e a falência

Pouquíssimas empresas brasileiras possuem reservas financeiras, sequer capital de giro. Elas vivem do faturamento diário, muitas vezes dos ganhos dos dias específicos, dos dias com maior fluxo de pessoas. Sem isso, elas simplesmente não têm condições de pagar suas contas, menos ainda os salários de seus empregados. Este é o problema que, na prática, não…

Pandemia de histeria

A sociedade está dando claras amostras de como ela é frágil e que basta uma ordem dada pelas autoridades para quase todo mundo sair correndo em direção daquilo que acreditam poder preservar suas vidas confortáveis. Sim, porque a histeria coletiva que toma conta das pessoas é menos por um senso de sobrevivência do que pelo…

O coronavírus e a insensibilidade estatística

O coronavírus é um problema mundial, sim. No entanto, um problema provavelmente superestimado, como é comum acontecer periodicamente. Se puxarmos da nossa memória, lembraremos de outras epidemias que assolariam o mundo e tiveram o impacto infinitamente menor do que o alardeado. Não sei exatamente qual a periculosidade real do coronavírus. No entanto, de uma coisa…

O velhinho e o cadeirante

Uma conhecida minha fez uma crítica ácida contra os serviços de entrega de comida, solicitados por aplicativos, como o Ifood, o UberEats e outros similares. Foi aquela lamentação chorosa, reclamando da ausência de jornada de trabalho e, especificamente, da suposta exploração dessas empresas em relação aos entregadores. Mais especificamente, narrou um velhinho entregando comida e…