O perigo das ideias menosprezadas

Quem, no fim das contas, direciona o destino de uma sociedade é sempre uma minoria obstinada. São os pequenos grupos, insistentes e intransigentes, que determinam as regras que irão prevalecer.

A maioria tem apenas uma função: homologar o que os poucos teimosos desejam impor.

Quem não entende isso acaba menosprezando a força dos pequenos grupos, acreditando que o que importa mesmo é a manutenção das ideias prevalecentes.

No entanto, esta é um regra já bastante provada: a maioria flexível sempre, em algum momento, acaba cedendo aos radicais. Basta uma minoria intolerante para que os pensamentos dessa minoria comecem a penetrar em toda a comunidade.

Por isso, nunca se deve menosprezar as ações e ideias dos pequenos grupos, principalmente quando elas são extremas. É que tudo o que acabou se tornando um flagelo para a humanidade começou em pequenos círculos; na verdade, geralmente, em indivíduos.

E essas ideias só alcançaram a força que alcançaram porque, quando eram próprias de um pequeno grupo, foram menosprezadas.

Deixe uma resposta