Os erros fatais do socialismo

Livros que mostram, por diversos aspectos, os erros cometidos pelos comunistas há aos montes. A literatura que demonstra, com detalhes e documentações, que o socialismo não deu certo em lugar nenhum e transformou-se em uma chaga para a sociedade é abundante.

Diante disso, podemos nos questionar: o que a obra “Os erros fatais do socialismo”, de Friedrich August von Hayek, teria para acrescentar a essa multidão de informações já existentes?

A originalidade de Hayek está em sua abordagem. Diferente de outros autores, que concentram suas observações, muitas vezes de maneira genial, nos erros cometidos pelos socialistas, ele simplesmente pressupõe esses erros para, então, rastrear suas origens. Seus olhos não estão sobre os equívocos em si, mas nas causas racionais deles. Assim, o pensador austríaco entrega para o leitor uma análise profunda das raízes – muitas delas remotas – do fracasso comunista.

Se eu pudesse sintetizar a idéia central dessa obra grandiosa seria assim: os processos da ordem ampliada – que é como o autor chama a civilização avançada – são complexos e, a primeira vista, indetectáveis. Apenas uma análise profunda de seus mecanismos pode desvelar os procedimentos que ocorrem em seu interior e que são o sustentáculo e o motivo de sua força e prosperidade. Sendo assim, para aqueles que possuem uma visão mecanicista da sociedade e acham, com isso, que podem planejar sua economia, os processos envolvidos no desenvolvimento e sustentação da sociedade são incompreensíveis. Essa incompreensão é a causa primeira dos erros socialistas. Ela é o motivo porque as tentativas de implantação de uma economia planejada, por parte dos revolucionários, nunca dão certo e se transformam em um flagelo para todos.

Nesse trabalho, Hayek, mais do que apresentar fatos, faz uma análise histórico-cultural da civilização, com o objetivo de mostrar que os erros socialistas não são apenas falhas de aplicação, mas equívocos estruturais. Assim, seu livro configura-se numa obra de vulto, com uma profundidade analítica acima da média em comparação com outros que abordam o mesmo tema.

Deixe uma resposta