Palavra de homem é uma só

Cristo ensinou que a palavra do homem deveria ser sim, sim; não, não. E ainda afirmou que o que fosse diferente disso era obra maligna. No entanto, muitos cristãos de autoridade e liderança parecem não estar nem aí para essas orientações daquele que deveria ser o mestre deles. Pergunte, por exemplo, como eu já fiz, para o pastor Ariovaldo Ramos, se ele é marxista e a resposta dele será, como foi, algo parecido com sou a favor da justiça social. Não sei se já perguntaram para o papa Francisco se ele é a favor do comunismo, mas nunca o vi condenando-o explicitamente; diferente do que ele faz com o capitalismo, aliás. Pergunte ao Obama se ele é muçulmano e a resposta será uma dança linguística de dar nó em qualquer cabeça bem arrazoada. Que me desculpem aqueles que se sentem ofendidos, mas aprendi com meu pai que palavra de homem deveria ser uma só; e bem clara!

Deixe uma resposta