Princípios do meu trabalho

Eu gostaria de compartilhar com vocês a forma como eu trabalho por aqui, para que ninguém ache que o que eu escrevo é chute de um teórico conspiratório. Em meus textos, sigo alguns princípios:

  • cada análise que faço não representa necessariamente minha linha única de investigação;
  • procuro trabalhar apenas com os dados que estão disponíveis e podem ser acessados por qualquer um;
  • apenas faço conclusões que os dados apresentados me permitem fazer;
  • nunca aceito como certa qualquer explicação só porque ela vem de alguma autoridade;
  • considero que sempre podem existir interesses por trás dos fatos;
  • lembro que eventuais interesses podem ser os causadores dos fatos ou apenas alimentarem-se deles;
  • tomo cuidado com o fato de que informações podem ser falsas ou ser desinformação;
  • cuido para não cair em viés de confirmação, que é a tendência para racionalizar a fim de justificar sua própria linha de pensamento;
  • fico de olho nas bolhas de pensamento que se formam em tempos de grandes disputas ideológicas;
  • considero que as explicações dificilmente são únicas e que as várias linhas de investigações podem entrecruzar-se em algum ponto ou não;
  • nunca descarto uma hipótese, por mais absurda que seja, desde que existam dados que lhe deem algum indício;
  • nunca considero algo impossível, pois aprendi que a maldade humana pode ir muito além do que achamos razoável.

Fazendo isso, tento manter alguma coerência e não ser um canal de confusão nestes tempos já bastante complicados por si mesmos.


Deixe uma resposta