A farsa do pensamento autônomo

Uma farsa perigosa é a crença no pensamento autônomo, independente. Tem muito intelectual que acredita que suas ideias nasceram do ventre da sua razão, quando, na verdade, sua razão é que é fruto de uma tradição e de uma cultura. O máximo que podemos fazer é, depois de uma grande maturação e experiência, além de um certo talento, acrescentar um pontinho a esse universo herdado.