Tesouro por estrume: como líderes cristãos rebaixam a mensagem do Evangelho

O discurso cristão não está de acordo com as ideias contemporâneas, isto é fato. Aliás, nunca esteve! Os pensamentos mundanos, as ideias que permeiam a cabeça das pessoas na sociedade, sempre estiveram em conflito com a mensagem do Evangelho. E nem poderia ser diferente, já que o mundo, com suas razões, reflete a natureza humana, que é decaída. 

Por isso, quando um cristão se esforça para estar de acordo com a mentalidade de seu tempo, simplesmente está, de maneira contraditória, se esforçando para o que é inferior. E quem é o estúpido que estimula-se em ser pior? Ainda assim, por mais surpreendente que isso pareça, há diversos ministros, pastores, padres e outros líderes religiosos que estão buscando, com todo o emprenho, igualar-se à mais baixas formas de pensar que existe na sociedade.

A pregação cristã sempre existiu para confrontar as ideias correntes. Sendo uma mensagem divina, uma revelação do que é superior, é óbvio que ela não se encaixa à maneira de pensar de homens corrompidos pelo pecado. No entanto, pessoas que se dizem representantes da Igreja insistem em nivelá-la às mais rasteiras formas de pensamento que existem .

E fazem isso como se estivessem apresentando o que há de mais superior! Porém, na verdade, apenas estão repetindo o que o mundo já diz. A única coisa que fazem é adaptar a linguagem. Reproduzem as mesmas porcarias que se ouvem por aí, só que com um vocabulário adornado com expressões tipicamente cristãs.

Quando ouço esses líderes igualando o cristianismo a movimentos sociais, como fez Ed René Kivitz em uma entrevista à BBC, não consigo evitar o seguinte pensamento: é impressionante como há pessoas que, possuindo em tesouro em suas mãos, não hesitam em trocá-lo por estrume!

2 respostas a “Tesouro por estrume: como líderes cristãos rebaixam a mensagem do Evangelho”

  1. É isso que me arrepia, como os irmãos da ipb batem forte na mitologia da libertação mas não batem firme na heresia da missao integral.

  2. Caro Fábio Blanco, quando vejo homens como os senhores Ed René Kivit, Caio Fábio, Ariosvaldo Ramos, sempre me vem à cabeça a Carta Universal de Judas que há 2.000 anos atrás já os descrevia com maestria. Esses líderes, além de jogar pérolas aos porcos, estão adubando nossas Igrejas com seu estrume contaminado: um amigo meu acaba de me informar que o Arisovaldo Ramos, que é cria do Caio, tem cadeira cativa em muitas reuniões dos presbitérios da ipb.

Deixe uma resposta