O país não está dividido

Muito se fala de um país dividido, mas, de fato, não é isso o que acontece. Há, realmente, uma tensão, mas ela não reflete uma disputa entre iguais. Isso porque, de um lado, estão pessoas comuns, homens e mulheres trabalhadores que refletem a diversidade do povo brasileiro. Há, entre estes, pessoas de todos os tipos e que defendem as mais variadas ideias. São, porém, uma massa tão heterodoxa que é impossível definir sua matiz de pensamento. Do outro lado, e em número bem menor, existe uma militância, com bandeiras ideológicas muito bem definidas e, por isso, acabam sendo um grupo muitíssimo mais coeso. No entanto, não passa de uma militância que não representa o Brasil, não se identifica com ele e, na verdade, não se importa nem um pouco com o país onde vive. A única coisa que importa é a manutenção do poder nas mãos de seus líderes. Portanto, não há divisão. Há, sim, uma batalha entre um bando organizado e o resto da nação.

Deixe uma resposta