O Uber e os benefícios da concorrência

Apesar de toda a violência que tem sido relatada em relação aos motoristas do Uber, pelos taxistas da cidade de São Paulo, já começa a ocorrer, por parte de outros motoristas legalizados, um movimento um tanto diferente. Ao invés de partirem para a agressão e ficarem reclamando da concorrência desleal, começam a se preocupar com o que realmente importa: a melhora de seus próprios serviços. É carro bem cuidado, mimos para os clientes, boa educação e tudo aquilo que serve para agradar o passageiro.

A concorrência não é mesmo uma beleza? É assim que funciona o verdadeiro capitalismo. O ideal seria que surgissem outros serviços semelhantes, para a concorrência aumentar ainda mais e, além dos serviços melhorarem, os preços cairem.

Já é hora de abandonar a mentalidade cartorária e burocrática que está impregnada em nossa cultura.

 

Deixe uma resposta