O que dizem e o que é

Veja a contradição: aqueles que não têm ideais, nem professam ideologia, são tidos por mais egoístas, individualistas e indiferentes. No entanto, estes mesmos, pelo fato de respeitarem o interesse individual e entenderem que, por isso, não podem impor suas ideias sobre ninguém, acabam respeitando o senso comum, as leis e aprendendo que devem abrir mão de certas convicções em favor da paz social e do bem comum.

Por outro lado, aqueles que dizem ter ideais, e que defendem ardentemente alguma ideologia, são tidos por altruístas, como se fossem mais preocupados com os marginalizados e os desvalidos. No entanto, são exatamente estes que, para impor suas ideias de um mundo melhor, acabam por ignorar o senso comum, rebelando-se contras tradições e as leis, negando-se a abrir mão de quaisquer de suas convicções, determinando que o bem é aquilo que propõem e a paz é aquilo que oferecem.

Vê-se, portanto, que o que se diz sobre um tipo pode ser o exato oposto do que praticam de fato. Assim, melhor é começar a prestar menos atenção nos discursos e observar o que essas pessoas fazem de verdade.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Comments

comments

Deixe uma resposta